Brasileirão Série B

Navarro faz três, Botafogo goleia o Atlético-GO e recupera liderança da Série B

9/01/2015 11:42:00 PMReginaldo Júnior




Gazeta Press
O uruguaio Navarro fez três gols na vitória do Botafogo nesta terça à noite
O uruguaio Navarro fez três gols na vitória do Botafogo nesta terça à noite
Depois de duas chances seguidas desperdiçadas nas últimas rodadas, o Botafogo, enfim, se reencontrou com a vitória e recuperou a liderança da Série B do Campeonato Brasileiro nesta terça-feira à noite. Com uma atuação brilhante do atacante uruguaio Navarro, que fez três gols, o Alvinegro goleou o Atlético-GO, por 4 a 0, no Engenhão. Willian Arão completou o placar.
Os poucos torcedores (3.241 pagantes e 3.667 presentes) que compareceram em uma noite de garoa do Rio de Janeiro, depois de um dia de sol intenso, puderam assistir ao ótimo desempenho do camisa nove e também um bom jogo coletivo, além de comemorar a volta do time carioca à primeira colocação. Subida na tabela que foi possível graças ao terceiro tropeço consecutivo do Vitória, que desta vez perdeu para o Bragantino por 2 a 1, e caiu para a segunda posição.

Após 22 rodadas disputadas, o Botafogo agora soma 39 pontos, enquanto o Rubro-Negro baiano parou nos 37 pontos. Na parte de baixo da classificação, o Atlético-MG soma 27 pontos e está na 15ª colocação.

No sábado, o Botafogo faz o confronto direto com o Vitória, valendo a liderança da Série B, no Barradão, em Salvador. Já o Atlético-GO volta a campo só na próxima terça-feira, contra o Criciúma, no Serra Dourada, em Goiânia.

O jogo

Pressionado pelos últimos resultados, o Botafogo começou a partida no ataque, mas encontrou um adversário muito bem postado na defesa e que não permitia a penetração dos atacantes alvinegros. O Atlético Goianiense mantinha apenas o atacante Weverton na frente, isolado entre os zagueiros da equipe carioca.

O primeiro momento de perigo só aconteceu aos nove minutos, quando Neilton recebeu na esquerda e cruzou para Navarro. O uruguaio desviou e a bola saiu rente à esquerda de Márcio. Aos 12 minutos, o time carioca voltou a ameaçar em dois lances seguidos. No primeiro, Elvis cabeceou, de dentro da pequena área, e a zaga salvou na linha de gol. Na sequência, Willian Arão mandou uma bomba que encobriu o travessão.

Mais presente no ataque, o time dirigido por Ricardo Gomes procurava a marcação do primeiro gol, enquanto a equipe goiana apenas se defendia e tentava lançamentos longos para acionar seus atacantes. Aos 19 minutos, após cruzamento de Weverton, Carleto escorregou ao tentar cortar e o goleiro Helton Leite precisou ser rápído para chegar na bola antes de Willie.

Aos 22 minutos, o Botafogo marcou o primeiro gol. Apos cruzamento de Carleto, Navarro subiu mais do que a zaga e cabeceou no canto esquerdo de Márcio. Dois minutos depois, Elvis descobriu Navarro na área e o atacante uruguaio, de peito, recuou para Willian Arão mandar a bomba e ampliar o marcador.

O time carioca seguiu pressionando e, aos 26 minutos, Carleto chutou cruzado, mas a bola desviou em Rafael e quase enganou o goleiro Márcio. Depois de sofrer dois gols em dois minutos, o Atlético Goianiense ficou desnorteado em campo, com grande dificuldade de se organizar no ataque.

Aos 34 minutos, Navarro fez grande lançamento para Tomas que chutou cruzado, mas a bola bateu em Rafael e facilitou a defesa do goleiro Márcio. Depois dos 35 minutos, o time de General Severiano diminuiu seu ritmo, mas o Atlético não conseguiu se aproveitar para criar dificuldades para a defesa alvinegra.

Aos 41 minutos, o lateral-esquerdo Carleto sentiu um problema muscular e pediu para sair. Jean entrou em seu lugar. O Botafogo voltou para o segundo tempo com a mesma disposição da etapa inicial e, logo aos oito minutos, ampliou o marcador. Navarro recebeu bom passe, se livrou da marcação de Rafael e mandou para as redes.

Só aos 17 minutos é que a equipe goiana ameaçou o gol de Helton Leite com uma cabeçada que encobriu o travessão. Aos 19 minutos, o Botafogo marcou o quarto gol, novamente através de Navarro que recebeu bom passe de Tomas e apenas completou para o gol.

Com a vitória definida, o time carioca passou a administrar a vantagem, mas teve a chance de marcar o quinto gol em conclusão de Tomas, mas o goleiro Márcio fez grande defesa, espalmando para escanteio. Sem alternativas ofensivas, o Atlético passou a se preocupar apenas em evitar sofrer mais gols, enquanto o Botafogo, com o triunfo garantido, manteve o controle da partida até o final.

FICHA TÉCNICA
BOTAFOGO 4 X 0 ATLÉTICO-GO

Local: Estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 1º de setembro de 2015, terça-feira
Horário: 21h30 (de Brasília)
Árbitro: José Cláudio Rocha Filho (SP)
Assistentes: Marco Antônio de Andrade Motta Junior (SP) e Gustavo Rodrigues de Oliveira (SP)
Cartão amarelo: Pedro Bambu (Atlético-GO)

GOLS:BOTAFOGO: Navarro, aos 22 minutos do primeiro tempo, e aos oito e 19 minutos do segundo tempo; Willian Arão, aos 24 minutos do primeiro tempo.

BOTAFOGO: Helton Leite, Luís Ricardo, Renan Fonseca, Roger Carvalho e Carleto (Jean); Serginho, Willian Arão, Tomas e Elvis (Diego Jardel); Neilton (Fernandes) e Alvaro Navarro
Técnico: Ricardo Gomes

ATLÉTICO-GO: Márcio; Éder Sciola, Rafael, Samuel e Danilo Tarracha; Feijão, Pedro Bambu, Jorginho (Thiago Primão) e Washington (Recife); Willie e Weverton (Juninho)
Técnico: Gilberto Pereira

Fonte: ESPN


You Might Also Like

0 comentários

Não é Permitido Palavrões!!!







.