Brasileirão Série B

Com dois gols nos acréscimos, Botafogo bate Vitória e dispara na liderança da Série B

9/05/2015 05:07:00 PMReginaldo Júnior




Gazeta Press
Navarro disputa bola em jogo do Botafogo contra o Vitória, no Barradão
Navarro disputa bola em jogo do Botafogo contra o Vitória, no Barradão
Em jogo incrível, decidido nos dois últimos minutos, o Botafogo deu importante passo para voltar à Série A. Depois de sofrer o empate aos 48 minutos do segundo tempo, com Guilherme Mattis, o Botafogo arrancou um gol aos 49 minutos da segunda etapa, com Sassá. Navarra tinha aberto o placar. O placar de 2 a 1 fez a equipe de Ricardo Gomes foi a 42 pontos e ampliou a vantagem na liderança da competição para três pontos.
O Sampaio Corrêa é o segundo colocado, com 39 pontos. Com a derrota, o Vitória caiu para o terceiro lugar, permanecendo com os 38 pontos. No jogo, Ricardo Gomes não pôde contar com Neílton, Carleto e Daniel Carvalho, lesionados.

Na próxima rodada, o Botafogo vai receber o Paraná, terça-feira, às 19h, no Engenhão. Já o Vitória vai até o Estádio Heriberto Hülse, onde vai enfrentar o Criciúma, também na terça.

O jogo

O calor forte de Salvador contribuiu para o início modorrento das equipes no Barradão. Era um jogo morno, sem a intensidade natural de partidas disputadas. Ainda mais dos dois primeiros colocados na tabela da Série B. Por isso, os 15 primeiros minutos foram bem abaixo. O Botafogo apenas estudava, de longe, o adversário. O Vitória, por sua vez, apostava nos chutões. O calor era cruel.

Os primeiros lances dignos de registro, com isso, ocorreram aos 18 e aos 20 minutos. Ambos do Vitória. A primeira, Robert cabeceou para fora, na grande área, após cruzamento na área. Na segunda, Diego Renan emendou de primeira, de longe, com efeito, assustando Helton Leite. Mas o sol er cruel. O árbitro Anderson Daronco, então, paralisou a partida para hidratação dos jogadores. Boa contribuição.

As equipes voltaram mais animadas para o restante da primeira etapa. O Botafogo, então, acordou no Barradão. Aos 32 minutos, Fernandes tabelou com Lulinha, foi à linha de fundo na esquerda e cruzou rasteiro para a grande área. Gatito Fernández, no entanto, se antecipou a Tomas e evitou maior perigo.
Um minuto depois, Lulinha recebeu lançamento, aproveitou o escorregão de Guilherme Mattis, mas, de frente com o goleiro, tentou ser brilhante demais, se enrolou e chutou em cima de Gatito Fernández, que mandou a bola para escanteio. Sem grandes emoções, o primeiro tempo chegou ao fim.

Na etapa final, o calor menos intenso permitiu um jogo mais corrido. Com três minutos, Helton Leite espalmou bola jogada para dentro da área por Rhayner. No minuto seguinte, Willian Arão arriscou um chute de longe e levou perigo a Gatito Fernández. O jogo era mais lá e cá. Aos 11 minutos, Escudero cobrou falta para a grande área, Robert tentou o toque, mas mandou para fora.

O jogo continuou mais truncado e, como no primeiro tempo, o Botafogo voltou melhor após a paralisação para hidratação. E chegou, enfim, ao gol redentor. Diego Giaretta foi à ponta esquerda, cruzou para a grande área, na ponta direita. Elvis ganhou de cabeça de Diego Renan e tocou para o meio da área. De voleio, Navarro mandou para o fundo da rede.

A partir daí, o Botafogo reforçou o meio de campo, poupou jogadores como Navarro e tentou controlar o ímpeto do Vitória. Quase conseguiu. Aos 48 minutos do segundo tempo, em escanteio na área, Guilherme Matthis subiu sozinho e tocou de cabeça para o fundo da rede. 1 a 1. Alegria do time da casa. Gosto amargo do Botafogo. Parecia perdido. Mas na saída de bola, em lançamento para a frente, Sassá ganhou na corrida de Guilherme Mattis e tocou na saída de Gatito. Gol do desafogo. Gol do líder. No apagar das luzes, o Botafogo disparou na liderança.

FICHA TÉCNICA:
VITÓRIA 1 X 2 BOTAFOGO

Local: estádio Barradão, em Salvador (BA)
Data: 5 de setembro de 2015, sábado
Hora: 16h30
Árbitro: Anderson Daronco (RS)
Assistentes: Rafael da Silva Alves (RS) e Jorge Eduardo Bernardi (RS)
Cartões amarelos: Guilherme Matthis, Marcelo Mattos e Camacho (VIT) e Fernandes e Luís Ricardo (BOT)
Gols: Navarro (BOT), aos 28 minutos, e Guilherme Mattis (VIT), aos 48 minutos e Sassá (BOT), aos 49 minutos do segundo tempo.

VITÓRIA: Roberto Fernández; Diogo Matheus, Guilherme Mattis, Ramon e Diego Renan; Amaral (David), Marcelo Mattos, Pereira (Vander) e Escudero; Rhayner e Robert (Rafaelson)
Técnico: Vagner Mancini

BOTAFOGO: Helton Leite; Luís Ricardo, Renan Fonseca, Roger Carvalho e Diego Giaretta; Serginho, William Arão, Fernandes (Camacho), Lulinha (Elvis) e Tomas; Navarro (Sassá)
Técnico: Ricardo Gomes

Fonte: ESPN


You Might Also Like

0 comentários

Não é Permitido Palavrões!!!







.