Brasileirão Série A

Vasco pressiona o jogo todo, sofre gol no fim, perde para o Figueirense e segue na lanterna

8/29/2015 08:39:00 PMReginaldo Júnior




Gazeta Press
Riascos lamenta chance perdida do Vasco
Riascos lamenta chance perdida do Vasco no primeiro tempo
Filme de terror. E cenas repetidas. No último lance do jogo, o Vasco sofreu um gol e perdeu mais uma no Campeonato Brasileiro. O Figueirense, que suportou a pressão durante todos os minutos de jogo, fez o gol da vitória com Marcão, aos 48.  Azar, falta de tranquilidade ou competência, o Cruz-Maltino segue em seu calvário, na lanterna do Campeonato Brasileiro.

O time de Jorginho pressionou durante todo o jogo, mas não conseguiu furar o ferrolho do Figueirense. Quando conseguia criar, Alex Muralha aparecia. O goleiro do Figueira - mais do que Marcão, mais uma vez o "talismã" do alvinegro catarinense - foi o grande personagem do jogo, com defesas difíceis garantindo o resultado. No fim, em contra-ataque no último lance do jogo, o atacante especializado em marcar gols no segundo tempo apareceu e deu a vitória para o time de René Simões.

A derrota nos minutos finais tirou um ponto que não faria diferença para a classificação. Com 13 pontos, o Vasco segue na última colocação do Brasileirão e com uma situação cada vez mais difícil de mudar. O calvário vascaíno parece sem fim.

O jogo

O Vasco começou imprimindo forte ritmo no Maracanã. Com a marcação justa e apertando a saída de bola do Figueirense, a primeira chance veio logo no primeiro minuto. Christianno achou Riascos, que bateu cruzado para fora.
Aos 15, mais uma boa chance. De novo pela esquerda, Christianno tocou para Rafael Silva chutar e a defesa afastar. O Figueira respondeu dois minutos depois: Clayton recebeu de Dudu sozinho na área, mas bateu mal. A equipe catarinense cresceu. Aos 21, Alemão subiu mais que a zaga e cabeceou sobre o gol de Martín Silva.

A partida melhorou. Aos 25, Muralha fez boa defesa após bobeira da zaga, que deu a bola de graça para Rafael Silva bater colocado da entrada da área. pouco depois, aos 37, Julio dos Santos demorou a bater e foi travado em frente ao gol adversário.

O fim do primeiro tempo foi emocionante. Aos 39, defesa incrível em cabeçada de Anderson Salles. Três minutos depois, Jean Patrick driblou o goleiro, mas não conseguiu bater. Aos 46, Clayton tabelou pelo alto, deu um chapéu em Anderson Salles e cabeceou para fora.

Na volta para a segunda etapa, o ritmo voltou a diminuir. Aos 10, na primeira chance do Vasco, Nenê exigiu boa defesa de Alex Muralha em cobrança de falta. O goleiro alvinegro voltaria a trabalhar aos 12, em mais uma bola parada que Julio dos Santos cabeceou fraco.

Depois dos 20 minutos, virou ataque contra defesa. O Figueirense quase não passava do meio de campo, e o Vasco atacava do jeito que dava. Com Thalles na grande área e Andrezinho fazendo companhia a Nenê, o Cruz-Maltino pressionava. Aos 22, o centroavante, sozinho na área, demorou muito e bateu muito mal, para fora, perdendo chance inacreditável. Aos 23, Rafael Silva bateu bem de fora da área e Muralha salvou. No rebote, Thalles bateu na rede pelo lado de fora.

Na raça, o time de Jorginho tentava, sem se entregar. Aos 32, Nenê colocou na área e Christianno cabeceou no chão, mas Muralha estava lá para mais uma grande defesa. Aos 34, enfim uma resposta do Figueirense: Clayton matou e bateu forte por cima, quase marcando um golaço, de novo. O perigoso Figueira continuava no jogo: aos 38, Marcão exigiu boa defesa de Martin Silva. Para responder, Jorginho lançou Romarinho. Estreia do menino na temporada. Era só o filho do craque e ídolo Romário tocar na bola que a galera gritava mais alto.

O Vasco era pura pressão. Aos 39, Romarinho bateu forte para fora. Aos 47, mais uma grande chance. Luan tentou cruzar da direita e quase marcou um golaço. Outra defesaça de Alex Muralha. Aí, veio o castigo. Marcão recebeu na velocidade, nas costas de Guiñazu, e tocou entre as pernas de Martín Silva. Que estrela! E mais uma vez, o Cruz-Maltino foi derrotado nos minutos finais.

Fonte: ESPN


You Might Also Like

0 comentários

Não é Permitido Palavrões!!!







.