Brasileirão Série A

São Paulo bate Ponte com facilidade e dorme no G-4; atletas abraçam Osorio

8/29/2015 10:58:00 PMReginaldo Júnior

Com formação mais tradicional (4-3-3), Tricolor volta a vencer no Brasileiro, entra no grupo dos quatro melhores, mas ainda pode ser ultrapassado neste domingo




O São Paulo fez bonito dentro de campo, mas foi um ato fora dele que deve ganhar mais repercussão nos próximos dias. A tranquila vitória por 3 a 0 sobre a Ponte Preta, no Morumbi, na noite deste sábado, foi marcada pelos abraços do time inteiro em Juan Carlos Osorio – uma manifestação clara de que o grupo está com o treinador colombiano, muito pressionado após uma série de três derrotas, encerrada na quarta-feira, contra o Ceará, pela Copa do Brasil. O público foi de 12.145 pessoas, com renda de R$ 296.669,00.
Os gols foram marcados por Michel Bastos, Ganso e Wilder Guisao, mas o nome do jogo foi Alexandre Pato - justo ele, que tem visto seu nome no noticiário por conta das negociações do Corinthians, dono de seus direitos, com clubes do exterior. Aberto pela esquerda, como gosta de jogar, o atacante participou da jogada dos dois últimos gols e teve cinco chances para guardar o seu. Não conseguiu, mas deixou claro que é, atualmente, o principal jogador do Tricolor.

– Não sei o que vai acontecer, não sei se foi meu último jogo pelo São Paulo. Vou jantar com meu empresário, ele vai me mostrar a proposta. Quero ficar, mas não depende de mim, não seria legal terminar assim – disse Pato, que respondeu com um "não sei" ao ser questionado se seria o Tottenham o interessado em seu futebol.

Com o resultado, o São Paulo voltou ao G-4 - tem 34 pontos e está em quarto lugar, mas ainda pode ser ultrapassado por Palmeiras e Fluminense neste domingo, no complemento da rodada. Já a Ponte Preta, com 27, não vence há três rodadas e fica a seis pontos da zona do rebaixamento. O técnico Doriva não pôde contar com Borges e Biro Biro, seus principais jogadores, e ainda perdeu um zagueiro (Tiago Alves) machucado logo no início do jogo.

Wilder Guisao comemora com Osorio o gol do São Paulo (Foto: Marcos Ribolli)Wilder Guisao comemora com Osorio o gol do São Paulo (Foto: Marcos Ribolli)

Na próxima rodada, a Ponte Preta recebe o Cruzeiro no Moisés Lucarelli, na quarta-feira, às 19h30. No mesmo dia e horário, o São Paulo encara o Joinville, fora de casa.

O jogo

O São Paulo jogou com uma formação até tradicional perto do que vinha apresentando. Osorio montou o time no 4-3-3, com Pato aberto pela esquerda (onde vem rendendo mais), Michel Bastos aberto pela direita (como chegou a jogar na França) e Wilder Guisao centralizado. O problema era justamente o colombiano - sem cacoete de centroavante, ele, que costuma jogar mais aberto, travou algumas boas tentativas de ataque do Tricolor.

A Ponte, repleta de desfalques (como Biro Biro e Borges, machucados), fazia o que dela se esperava: marcação forte e tentativa de sair nos contra-ataques. O time chegou a criar uma chance clara de gol, mas Bady chutou em cima de Renan Ribeiro.

Alexandre Pato São Paulo x Ponte Preta (Foto: Marcos Ribolli)Alexandre Pato foi bem, mas parou em Marcelo Lomba  (Foto: Marcos Ribolli)
O São Paulo criou quatro chances até abrir o placar, aos 34. Numa rara ocasião em que Ganso saiu de sua zona de conforto e caiu pela ponta, o gol saiu com Michel Bastos aproveitando passe do meia. A Ponte reclamou de falta de Ganso no início da jogada.

No segundo tempo, o São Paulo matou o jogo com dois gols antes dos 10 minutos. Aos 4, Ganso puxou contra-ataque e passou para Pato, que passou pela marcação com facilidade e quase fez um golaço - Lomba saiu abafando bem. No rebote, porém, Ganso aproveitou e mandou para a rede. A Ponte chegou a reclamar de impedimento do meia - a posição era duvidosa. Aos 8, Pato cruzou para Wilder Guisao aparecer no segundo pau, de peixinho. Fatura liquidada.

Fonte: Globo Esporte


You Might Also Like

0 comentários

Não é Permitido Palavrões!!!







.