Brasileirão Série A

Goiás atropela o vaiado São Paulo no Morumbi e volta a vencer no Brasileiro

8/15/2015 11:13:00 PMReginaldo Júnior

Na base do contra-ataque, time esmeraldino bate os donos da casa, mas segue na zona do rebaixamento; Tricolor pode terminar primeiro turno fora do G-4




Goiás ressurge, atropela e faz São Paulo ser vaiado no Morumbi Foto: ESPN 
A noite que o Goiás vai tomar como referência para o restante do Brasileirão, o São Paulo vai querer esquecer. Sem dar qualquer chance aos donos da casa, o time esmeraldino fez 3 a 0 no Tricolor neste sábado, no Morumbi, pela última rodada do primeiro turno. O resultado dá fôlego aos visitantes, mas deixa os donos da casa em situação complicada com seu torcedor. Vaias e xingamentos marcaram o som na arquibancada do estádio.
Com a vitória depois de seis jogos sem vencer, o Goiás foi a 19 pontos, mas não conseguiu deixar a zona do rebaixamento. É agora o 17º colocado. A derrota do São Paulo, a primeira no Morumbi neste Brasileiro, mantém o time em quarto, com 31, mas a situação pode mudar com os demais resultados da rodada e o Tricolor pode terminar o primeiro turno fora do G-4.

Na terça-feira, às 21h15, pela Copa Sul-Americana, o Goiás joga no estádio Mané Garrincha, contra o Brasília. E o São Paulo volta ao Morumbi na quinta-feira, às 21h30, para duelo com o Ceará, pela partida de ida das oitavas de final da Copa do Brasil.

Pelo Campeonato Brasileiro, o Goiás joga no próximo sábado, às 18h30, contra o Vasco, no Serra Dourada. O São Paulo, por sua vez, vai ao Rio de Janeiro pegar o Flamengo, no domingo, dia 23 de agosto, às 16h.

O jogo

Rogério Ceni sentiu problema muscular. Luis Fabiano teve unha encravada. E Luiz Eduardo, suspenso, não poderia entrar em campo. Antes mesmo de a bola rolar, os problemas do São Paulo eram muitos. Aumentaram depois que o jogo começou. Logo de cara, aos oito minutos, Breno deixou o gramado com lesão muscular na coxa esquerda. Rafael Toloi entrou.

O Goiás, integrante da zona do rebaixamento, optou por jogar no contra-ataque. E deu certo! Aos 26 minutos, Erik avançou em velocidade e cruzou para Felipe Menezes. O meia completou para o gol, mas Bruno desviou e fez contra. No final da etapa, os visitante ampliaram. Felipe Menezes achou Erik na área e ele tocou na saída de Renan Ribeiro.

Na tentativa de reagir, o São Paulo teve duas boas chances com Centurión. Em ambas ele parou nas defesas de Renan, goleiro do Goiás. Insatisfeita com o rendimento do time, a torcida do São Paulo gritou o nome de Lugano na arquibancada (hoje ele está no paraguaio Cerro Porteño) e criticou também o técnico Juan Carlos Osorio.

Na volta para o segundo tempo, o técnico colombiano colocou Paulo Henrique Ganso na vaga de Edson Silva. Mais ofensivo, o São Paulo foi se arriscar no ataque, mas pecou nas finalizações. Correu riscos também ao deixar espaços para os contra-ataques do Goiás. E pagou o preço levando o terceiro gol, aos 31 minutos. Bruno Henrique cruzou, e Erik fez de cabeça.

Sem qualquer chance de reação, os jogadores do São Paulo tiveram de ouvir os torcedores irritados com o time. Teve vaia, xingamentos direcionados a Ganso, Osorio...e também aquele já conhecido grito de "time sem vergonha".

Fonte: Globo Esporte


You Might Also Like

0 comentários

Não é Permitido Palavrões!!!







.