Brasileirão Série B

Em tons de aço, Bahia vence o Boa na Fonte e dorme na ponta da Série B

8/07/2015 11:13:00 PMReginaldo Júnior

Partida realizada na Arena Fonte Nova marca a estreia do terceiro uniforme tricolor, inspirado no apelido "Esquadrão de Aço". Time mineiro segue no Z-4 da 2ª Divisão




Aço. Material composto basicamente de ferro e carbono. Pela resistência, tornou-se apelido do Super-Homem, mascote do Bahia, que também herdou a referência e virou Esquadrão de Aço. Nesta sexta-feira, o time baiano estreou o terceiro uniforme na cor da liga metálica, e mostrou que o cinza realmente lhe cai bem. Com um primeiro tempo fulminante, o Tricolor venceu o Boa Esporte por 4 a 1 na Arena Fonte Nova, em Salvador, pela 17ª rodada da Série B. 

A partida teve atuação destacada do meia Eduardo, com duas assistências e um gol. Jailton, Kieza e Souza completaram o placar pelo Bahia, que desponta como um dos mandantes de melhor aproveitamento da Série B – sete triunfos e um empate em oito jogos. Tadeu descontou para o Boa Esporte.


O resultado coloca a equipe baiana na liderança provisória da Série B, com 31 pontos. O Bahia pode cair para a terceira posição no complemento da rodada. Para tanto, basta que Botafogo e Vitória vençam seus jogos, que serão realizados neste sábado. O Boa, por sua vez, permanece na 18ª posição, com 16 pontos, e pode ser ultrapassado pelo Mogi Mirim.

Na próxima rodada da Série B, o Bahia enfrenta o Náutico na Arena Fonte Nova, na terça-feira, às 19h (horário de Brasília). No mesmo dia, às 21h30, o Boa Esporte recebe o Macaé, em Varginha.

Kieza; Bahia; comemoração; Jailton; Fonte Nova (Foto: Felipe Oliveira / Divulgação / EC Bahia)Com uniforme novo, Bahia vence Boa Esporte com facilidade na Fonte Nova (Foto: Felipe Oliveira / Divulgação / EC Bahia)

Placar em tons de aço
O Bahia não precisou de muito tempo para mostrar ao Boa o motivo pelo qual é um dos melhores mandantes da Série B. A equipe mineira ainda se ajustava em campo quando, com três minutos, Eduardo cobrou escanteio da esquerda e Jailton apareceu no meio da área para abrir o placar na Arena Fonte Nova. O gol no início da partida deu a impressão de que o time baiano passearia em campo. O Boa, contudo, conseguiu equilibrar o jogo e criar boas chances. Desperdiçou todas e mostrou também a razão pela qual é um dos piores ataques da Segundona. 

Enquanto o Boa perdia chances, o Bahia mostrava eficiência. Eduardo, mais uma vez, acertou linda assistência para Kieza, que passou entre os zagueiros do time mineiro e tocou na saída de Andrey.  No terceiro ataque, mais um gol. Yuri achou Vitor na grande área. O lateral cruzou rasteiro, Tiago Real deixou a bola passar e Eduardo tocou no canto da meta mineira. A partida se desenhava bastante tranquila para os baianos, até que, em lance de descuido da defesa, Tadeu completou de primeira e venceu Douglas Pires.  

Pelo placar, era de se esperar um Bahia acomodado no segundo tempo. Mas o time de Sérgio Soares contrariou as expectativas e se manteve no ataque. Nem a saída de Eduardo, substituído por Rômulo, diminuiu o ímpeto tricolor, que ampliou o placar. Yuri costurou a zaga do Boa, teve o short rasgado por um adversário, e passou para Souza, na grande área, marcar o quarto gol. Com a goleada construída, o Bahia passou a cadenciar mais a partida. O Boa quase não conseguia chegar ao ataque com a bola trabalhada. Parecia não ter potência para superar uma equipe composta de aço.

Fonte: Globo Esporte


You Might Also Like

0 comentários

Não é Permitido Palavrões!!!







.